quarta-feira, 28 de maio de 2014

Desapega!!!Desapega!!!Pra ser Feliz!!!

Olá belezocas, tudo bem?

Não me perguntem o porquê... na verdade até demorei muito, mas cheguei naquela fase em que: Não vou jogar isso porque vou emagrecer horrores e caber naquela roupa de mil novecentos e tra la lá; Não vou jogar aquilo fora porque ganhei de fulano; Não posso me desfazer desses papéis porque posso usá-los com meus netos; Não vou me desfazer desse móvel que paguei tão caro... e blá blá blá NÃO ME PERTENCEM MAIS!
Pois é, sempre fui muito ciumenta com coisas, roupas, móveis, pessoas... mas a gente precisa amadurecer e esse processo aconteceu comigo por vários motivos. É sempre muito difícil admitir, mas quando me dei conta de que tinha medo de perder lembranças, histórias, memórias, pessoas... através de objetos... me dei conta, era meio que uma doença... 
Mas sempre chega a hora certa de desapegar... 

Comecei pelo guarda-roupa e fiquei surpresa ao me deparar com roupas de quando eu tinha 16 anos... gente, absurdo!!! Mas foram quase 3 sacos daqueles de lixo de 100L lotados para doação. Com tudo aquilo, foi muito do meu passado e o presente ganhou espaço para fazer a diferença.
Ao abrir o guarda-roupas e me deparar com "espaço" senti que isso havia acontecido dentro de mim, ou pelo menos em parte... 
Passei então para a parte das minhas bolsas... Sim, eu tinha nada mais nada menos que 48 bolsas! Absurdo II... Não, eu não usava todas, imagina!!! Tinha 4 queridinhas e o resto era puro... sei lá, ciúme? Bom, lá se foram mais 2 sacos repletos de bolsas e carteiras que eu não usava mais e agora certamente, alguém está fazendo uso. Ganhei mais espaço no guarda-roupas e na mente. Foi como soltar algumas amarras... 
No entanto... senti que havia ainda alguma energia presa... algo pesado, que ainda estava me impedindo de olhar para um horizonte meu... ah!Minha casa!!! Óbvio! Nossa casa, é nosso refúgio, nosso templo sagrado... é um lugar de mágica e magia, de transformação... é onde você se acolhe, recolhe e escolhe tudo... aí pensei... onde está a trava da energia da minha casa? Comecei pela sala, na semana passada... com a ajudinha do marido, retiramos TUDO da estante e do jeito que ela estava montadinha, doei para a minha irmã e junto foram alguns enfeites, algumas coisas que já não faziam mais sentido na minha vida... 
Sacos de coisas para o lixo? 3!!! Aparelhos velhos, coisas "socadas" que não tinham utilidade nenhuma, aparelhos de jantar lindos e que eu lavei e coloquei pra usar... Sim, de lá eu fui para a cozinha... tirei louças e copos antigos dei um pouco pra minha mãe e o restante para a minha irmã, o que estava velho joguei fora e agora a sala e a cozinha começam a me agradar. 
Decidi mudar as cores da sala... vou reformar o meu sofá e um móvel que eu tenho lá pra fazer um mini bar, eu volto pra mostrar pra vocês, claro!
Estou vendendo também a mesa da minha cozinha que é muito grande e ocupa muito espaço na minha cozinha, caso interesse para alguém é só comentar. 
Bom meninas, lendo um pouco mais sobre a dificuldade de desapego, achei um texto bem interessante na internet escrito por uma professora de hatha yoga, se tiverem um pouco mais de paciência... continuem a leitura que vale a pena!



"Guardar coisas inúteis e velhas demonstra sentimentos de carência e medo"
Por: Emilce Shrividya Starling

Nossa casa, nossos armários, nossa vida cotidiana são reflexos de nossa mente.
Você tem o hábito de guardar coisas velhas, inúteis, achando que um dia poderá precisar delas?

Você acumula papéis, documentos antigos, caixas sem nenhuma utilidade no futuro?

Você guarda roupas, sapatos, bolsas que já não usa há muito tempo?

E dentro de sua mente?
Você guarda ressentimentos, mágoas, raivas, medos?

Tem o hábito de ficar remoendo lembranças tristes do passado?

Contemple isso. Compreenda que através de suas respostas você pode se autoconhecer e perceber o que precisa ser mudado em você e na sua vida para ser mais contente e próspero.

Elimine o que é inútil em você e na sua vida. Crie um espaço dentro e fora de você para atrair a prosperidade, para que as coisas novas aconteçam.

Enquanto acumular coisas velhas e inúteis, tanto materialmente como emocionalmente, não está abrindo espaço para que as boas oportunidades cheguem à sua vida.

Limpe seus armários, gavetas, guarda-roupa, estantes. Dê o que não tem mais utilidade.

Treine o desapego. Sinta alegria em ajudar alguém ou alguma instituição de caridade.

Generosidade atrai prosperidade

A generosidade atraí a prosperidade. Dar com sentimento de gratidão e sem apego é uma maneira de reconhecer e valorizar o que temos e nos abrir para receber mais.

A ação de dar para alguém algo que estava estagnado, parado, colocando-o em circulação, cria espaço para algo melhor ocupar esse espaço. Ao agir assim você permite que o fluxo da prosperidade circule e se movimente.

Perceba quando você doa roupas e objetos como você abre espaço para ganhar algo inesperado, para receber algum dinheiro extra, para comprar coisas mais bonitas e modernas.

É importante também doar não apenas o “resto”, o que sobrou, pois isto não é o princípio da abundância. É necessário haver alguma renúncia no consumismo. Pode-se deixar de usar algo supérfluo e dar isto a alguém necessitado ou alguma associação.

A atitude de guardar coisas inúteis e velhas demonstra sentimentos de carência, de medo. É ter um sentimento de baixa autoestima, é não se achar merecedor de coisas boas e novas.

Com essa atitude de falta, de achar que no futuro você não terá meios de prover suas necessidades básicas, você envia para sua mente que não tem fé no amanhã.

A lei da prosperidade é Dar e Receber. Não é acumular o que não usa mais, e sim movimentar e fazer circular tanto o dinheiro como os objetos.

Para atrair a abundância e prosperidade, e importante fazer planejamentos e orçamentos, poupar algum dinheiro, disciplinar o gasto e o consumismo.

Não podermos ser mesquinhos, avarentos, nem apegados demais, precisamos, porém ter sabedoria e discernimento ao gastar dinheiro. Discernir se é necessário comprar aquilo, se vai nos dar felicidade, ou se é supérfluo e vai apenas trazer preocupações com mais gastos.

Ao ter a atitude de abundância em seu interior você muda também emocionalmente. Você passa a acreditar que sempre terá o que precisa. Que Deus lhe provê e lhe protege.

Tenha confiança em você e na vida. Acredite na lei da prosperidade. Acredite que Deus provê suas necessidades, que Ele nunca se esquece de você mesmo quando você se esquece Dele. Fique em paz! Deus em mim agradece Deus em você! 

Eu super me identifiquei com a leitura e tudo de bom que eu leio eu gosto de compartilhar!!!

Uma postagem um pouco diferente né? Mas acredito que quando compartilhamos problemas e também soluções, as relações se fortalecem e a gente aprende que o respeito, compreensão e ensinamento nós ganhamos quando oferecemos... não há outra forma!
E vocês belezocas, como estão desapegando do passado disfarçado de objeto? Do medo disfarçado de lembrança? 
Para refletir!!! Super beijo*.* 

4 comentários:

  1. Oi Lethicia,
    Eu sou muito apegada às minhas coisas, não por ser lembrança ou por achar que ainda vou precisar, sei lá, deve ser ciúme então. Mas não guardo coisas pra usar em ocasiões especiais, tipo jogo de jantar pra quando tiver visita... Nunca tenho visitas, então uso logo.
    Preciso fazer uma geral aqui mas é de papelada: como a gente junta papel nessa vida...
    Sua iniciativa em fazer esse desapego geral é bem legal, com certeza dá um alívio no espaço e conforta o coração.

    Beijos
    Blog Patrícia Aprendendo
    Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas além de papel... roupas, objetos... algumas coisas também são remetidas a um fardo a se carregar com coisas passadas e eu estou numa fase de libertação rsrsrsr Mas comece pelos papéis sim, eles te darão impulso de abrir mais espaços, certeza!!! Beijos

      Excluir
  2. Bem bacana né, algo que nos faz tão bem, mas é tão difícil.
    Bjos!
    http://amonailart.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comece aos pouquinhos Valquiria, aí não parecerá tão difícil. O importante é o começo!!! Beijos

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget